Agora que chegou aqui não tem mais volta, meu amigo.

Então leia e aproveite o que minha loucura criatividade tem para oferecer.

domingo, 22 de novembro de 2009

O Dia perfeito

Perfeição em todos os aspectos, esse é um dos objetivos do ser humano de um modo geral. Bem, não sou perfeito, ninguém além de Chuck Norris é. Mas algumas vezes chegamos perto disso, pelo menos em algum sentido.
Viajando em pensamentos, resolvi formular o que seria o dia perfeito para mim. Vou narrar tudo em sequência, desde o acordar de manhã até cair no sono novamente.

O dia em questão é um sábado.

8h - Acordo bem disposto(não durmo até tarde, independente de férias ou não).
8h30 - tomando um café reforçado na cozinha, com direito a bacon, ovos, salgadinhos diversos, frios, milkshake e tudo mais que caber no estômago.
9h - Sento na frente da tv e vejo o desenho do Street Fighter no SBT(bem na batalha final) seguido do episódio de Dragon Ball Z onde matam o Freeza.
10h - A gurizada do futebol chega aqui em casa(sendo o dia perfeito, a casa é perfeita também e tem um campo no quintal) e começamos um jogo.
11h15 - Cansados do futebol, começamos a fazer um churrasco ao mesmo tempo que inicia o torneio de PlayStation 3. Tudo, claro, com o acréscimo de muita bebida alcólica, palavrões e histórias mentirosas.
14h - Todo mundo de barriga cheia, ligamos a TV pra ver Chaves, Chapolin, Um Maluco no Pedaço e Eu A Patro e As Crianças.
16h - Mais futebol.
18h - O povo vai embora e eu me preparo pra noite.
20h - Café e banho tomandos, hora de encontrar os amigos do Metal pra ver o AC/DC ao vivo.
23h - Após muita conversa jogada fora, bebida jogada dentro e metal na cabeça, O AC/DC entra no palco. O detalhe é que eu to com meus amigos num camarote cheio de bebida. E to acompanhado de uma loira, uma ruiva e uma morena.
01h - O show terminou, foi incrível. Bem, fui pra um lugar com as gurias, se é que tu me entende.
04h - To morto, hora de ir pra casa. Volto a pé mesmo, sorrindo e cantarolando feliz da vida.
05h - Chego em casa e, antes de dormir, ligo a TV. Tá terminando o corujão, tá na briga final de um filme do Chuck Norris.
05h30 - Após o velho Chuck matar todo mundo, reflito sobre a perfeição daquele dia e durmo.

Viu, simples e perfeito. Não preciso de mais nada.