Agora que chegou aqui não tem mais volta, meu amigo.

Então leia e aproveite o que minha loucura criatividade tem para oferecer.

sábado, 29 de setembro de 2012

As pessoas não entendem o que é ser Metal



Ser fã de Heavy Metal tem seus momentos hilários.
Outro dia, depois de um cansativo dia de trabalho, eu estava no ônibus indo para a faculdade.
Fones no ouvido, curtindo o bom e velho som abençoado pelo capeta. Nada como um soturno e satânico Black Metal Norueguês pra inserir energia no corpo.
Sei que eventualmente me empolgo, então creio que estava balançando um pouco a cabeça, no ritmo do riff da guitarra. Sim, eu faço isso em público às vezes, e não tenho vergonha.
Uma linda moça de cabelo azul estava sentada perto de mim. Ela me lançava alguns olhares. Hum, interessante.
Enfim, fiquei na minha, só continuei curtindo minha música.
A moça tirou algo da bolsa. Era um cartão. Estendeu para mim.
De princípio fiquei atônito. Peguei o cartão e guardei no bolso sem falar nada. Mulheres não costumam me abordar e dar seus cartões. Admito que fiquei surpreso.
Desci do ônibus, ainda com os fones no ouvido. A garota seguiu percurso. Hora de dar uma olhada no cartão. Será que é o telefone? Email? Perfil em rede social?
Era o cartão de uma igreja.

Moral da história: Não faça cara de mal enquanto balança a cabeça dentro do ônibus. Nem todos entendem o que é ser metaleiro.


4 comentários:

Helena disse...

Eu rasgaria o cartão. Ser normal é para os fracos! ;)
Beijão.

Eric Rafael Alves disse...

Concordo. Não nascemos pra ser normais =]

Michelle Lombardo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Michelle Lombardo disse...

Pelo menos ela só deu o cartão.
Pior é quando você tá ouvindo um som empolgante, daqueles que tocam no fundo da alma e ai chega alguem pra te converter a força.
Já passei muito por isso, não se sinta mal, as pessoas tambem não entendem os anarco punks.

Viva ao rock 'n' roll.
Viva ao natural, viva ao anormal e a insanidade.